AgricOnline

Avenida João Paulo II, Vila Lenira, Colatina -ES

 atendimento@agriconline.com.br

CNPJ: 32.106.995/0001-66

Canela: do plantio à colheita

September 6, 2019

 

Canela

Cinnamomum verum Prest., Cinnamomum zeylanicum Nees

A caneleira, pertencente à família Lauraceae, é árvore originária do sudeste asiático. Requer cerca de 1.300 mm de chuva por ano e temperatura média anual superior a 21 oC. A casca dos ramos é comercializada em rama (pau), raspas e pó. A canela é utilizada na culinária e na fabricação de bebidas, medicamentos, perfumes e sabonetes. Outras espécies do gênero Cinnamomum e Cassia também produzem canela.

 

Cultivar: a própria espécie botânica.

 

Época de plantio: de outubro a abril.

 

Espaçamento: 3,5 x 2,5 m, 3,0 x 2,5 m, 3,0 x 3,0 m ou 2,5 x 2,0 m, ou mais adensado, de acordo com o manejo a ser utilizado. As covas são de 40 x 40 x 40 cm, abertas e adubadas de 30 a 60 dias antes do plantio.

 

Formação de mudas: a multiplicação é feita por meio de sementes, oriundas de plantas produtivas, vigorosas e sadias. Após a retirada da polpa dos frutos, as sementes são postas a germinar diretamente em saquinhos ou tubetes de polietileno, preenchidos com substrato de boa qualidade, a 1 cm de profundidade. Regas, adubações, controle de pragas, doenças e aumento gradativo da exposição ao sol são os cuidados indicados para as mudas no viveiro.

 

Estas devem ser inicialmente, mantidas em ambiente parcialmente sombreado.

 

Controle da erosão: plantio em curvas de nível ou em terraços.

 

Proteção contra o sol: a planta necessita de proteção contra os raios solares nos primeiros meses após o plantio, o que pode ser feito com folhas de palmeiras ou outro material disponível.

 

Outros tratos culturais: roçadas e capinas manuais.

 

Controle de pragas e doenças: normalmente dispensável quando manejada adequadamente.

 

Colheita: de outubro a março, cortar os ramos ou brotos com 1,5 a 2 cm de diâmetro. Cortar o material colhido, em pedaços de cerca de 50 cm, para facilitar a operação de remoção da casca, o que deve ser feito no mesmo dia da colheita, após a retirada total das folhas e dos pequenos brotos. A casca deve ser cortada no sentido longitudinal dos ramos, em duas partes mais ou menos iguais, com auxílio de uma faca ou canivete, devendo ser destacada do lenho, cuidadosamente. Em seguida, coloca-se o material para secar ao sol.

 

Produtividade normal: de 100 a 300 kg ha-1 de cascas.

 

Quer se tornar um especialista em interpretação de análise de solos e recomendação de adubação, calagem e gessagem? CLIQUE AQUI

 

 

 

 

Please reload

Our Recent Posts

Conheça os Adjuvantes e Surfactantes para agricultura

February 6, 2020

Mandioca: do plantio à colheita

February 4, 2020

Conheça os fosfatos naturais

January 29, 2020

1/1
Please reload

Tags

Please reload